Slideshow Image 1 Slideshow Image 2 Slideshow Image 3 Slideshow Image 4 Slideshow Image 5 Slideshow Image 6 Slideshow Image 7 Slideshow Image 8 Slideshow Image 9 Slideshow Image 10 Slideshow Image 11

Reta final no plantio da soja

Para os próximos meses, o desenvolvimento das lavouras brasileiras dependerá das condições climáticas nas regiões produtoras

Apesar da falta de chuvas no início da janela de semeadura, os soijicultores de Mato Grosso e Paraná conseguiram recuperar o atraso e avançar no plantio.

Segundo o Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (IMEA), a semeadura da soja alcançou 96,0% do total da área estimada em Mato Grosso na última semana (20/11 a 24/11).

Um ponto importante a ser considerado é a ressemeadura de algumas áreas no estado. Segundo estimativas do IMEA, serão aproximadamente 94,75 mil hectares, ou 1,0% da área total. Valor significantemente maior frente aos anos anteriores.

No Paraná, segundo o Departamento de Economia Rural (Deral), o plantio da oleaginosa avançou em 98,0% do total de área estimada no estado até o dia 27/11.

Com relação ao cenário internacional, a estiagem em algumas regiões na Argentina poderá comprometemer a produção de grãos no país. Nos EUA, a colheita da safra de soja 2017/2018 chegou ao fim.

Para os próximos meses, o desenvolvimento das lavouras brasileiras dependerá das condições climáticas nas regiões produtoras.

Data: 05/12/2017 ás 09:47:32

Fonte: Agrolink